Falsas Expectativas.

Falsas Expectativas.

Culpa? Eu cá não tive nenhuma culpa nisto. A crise? Sempre votei em consciência. O Coelho? Nunca me enganou! Sou um tipo informado! Afinal o sistema democrático é para todos! Ouvi dizer que vamos voltar aos mercados e isso já me basta… Dá-me esperança! A esquerda? é responsável! A direita? não é radical… Assim dizem os inteligentes, acabaram as canções, agora é sempre a mesma cantiga! E em vez de estadistas e políticos empenhados em servir os cidadãos, temos afinal líderes espirituais a ensinarem-nos essas castas virtudes da abnegação e humildade!

Não há a temer, a salvacão do país já ai vem a caminho em forma de jovens D. Sebastiões empreendedores a entrarem-nos pelas casas em apoteótico HD Technicolor directamente do palácio presidencial!
Que pensaria disto tudo aquele velhote simpático que não sabia sentar-se em segurança na puta duma cadeira mas foi capaz de criar e pôr em marcha uma máquina repressora, de pôr um país inteiro de costados ao longo de gerações e gerações?

Aposto que esses “estarolas” do arco governativo vão passar as próximas semanas em orgias desmesuradas com tal de se congratularem com os títulos dos tablóides que se preparam para cuspir até ao infinito as barbaridades que indicam sucesso no combate à crise financeira.

Afinal de contas isto é só cuspidelas pró ar, ele é o regresso aos mercados, ele é FMI´s, troika´s, Feef´s, TSU´s, PIGS … é um fungágá da bicharada, meia dúzia de animais a dizer que são bestiais e que são bem diferentes dos habituais… é mesmo para rir até não poder mais com as mentiras destes animais!

Queremos nós fazer de conta que não se passa nada e está quase tudo bem enquanto a cada dia que passa é só ver como os amigos do gaspar gorjeiam entredentes o quanto vale a pena ver o mundo lá do alto, o quanto vale a pena ver castelos no mar alto e dar a curva sem derrapar na avenida do luar… é um fartar vilanagem com o consentimento do povinho…

Mas será que não sabemos mais? Será que que somos tão inocentes para comer sempre do mesmo esterco?

É inacreditável o apelo à união para manifs naifs com performances e cantorias. A união da luta sobre a mesma batuta, “porque sem a união não vamos lá” pois é… “isso são demasiadas manifs” diz quem se queixou há 3 semanas atrás de não haver contestação nenhuma.

Pessoas saem à rua sem ideias, sem esperança; Ou então com conservadorismos da ordem e do porta-te bem; “eu cá não sou de esquerda nem de direita, sou português”… salazarentas mentes de vinte e poucos anos fazem o seu próprio velório antecipado enquanto orgulhosa e despudoradamente exprimem o seu desdém por aqueles que verdadeiramente não desistem de procurar trilhar um novo caminho. Rejeição, ódio e vergonha, todos os ingredientes duma dissonância cognitiva alimentada pelo medo e incerteza duma mudança que ninguém sabe até onde nos poderia levar.

E que importa isso, qualquer coisa seria melhor que este síndrome de Estocolmo colectivo em forma de regaste financeiro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s